Apresentação


1 - Este site, agora mais atualizado no que diz respeito à Internet, mais acessível então e mais prático ao uso de novos aparelhos, como Smartphones, tablets, iPad, iPhone etc., além do próprio computador, destina-se a pessoas que queiram aprofundar um pouco mais o seu conhecimento de liturgia, nas suas aplicações e nas suas diversas características e dimensões. Mudanças significativas foram introduzidas então pelo autor, por ele criadas e inseridas com ajuda preciosa do técnico William Max.

 

2 - No que se refere à liturgia, alguns textos podem parecer longos, mas a intenção do autor é oferecer uma formação mais completa sobre o tema proposto, como a Eucaristia, por exemplo, cuja importância vai receber ainda complementação de outros textos parciais, como os alusivos a cantos, salmodia, partes fixas, Ato Penitencial, Palavra de Deus, Oração Eucarística etc.. Vê-se que o menu "Liturgia", em sentido mais amplo, traz então textos menores em "Partes de Liturgia". Nos textos todas as citações da Instrução Geral sobre o Missal Romano (IGMR) são da terceira edição típica. Como se pode ver, o novo site dispõe também de um recurso de pesquisa, tudo para facilitar a necessidade de seus internautas.

 

2 - São conhecidas as dificuldades encontradas hoje pelas paróquias no sentido de propiciarem aos seus membros, principalmente aos que exercem algum ministério litúrgico na Igreja, uma formação mais adequada ao seu exercício ministerial, dificuldade real que se vê, pois, nos costumeiros encontros quase sempre sem aquela desejada participação numérica, levando-se também em conta que, mesmo possível esta em algumas comunidades, são ainda de pequenos momentos, não suficientes para uma formação mais objetiva, real e satisfatória. Daí que, dado o uso quase generalizado dos aparelhos acima, hoje pela maioria das pessoas, podemos dizer, é lícito pensar que o uso do site com o seu conteúdo na quase totalidade de matéria litúrgica pode então ser útil às comunidades, até mesmo às pessoas que já não podem estar presentes às celebrações da Igreja.

 

3 - Espera-se também que este novo site possa então ser útil ainda àqueles que desejam um pouco mais de formação católica, incluindo algumas reflexões bíblicas e de espiritualidade, em menus próprios, como se explica abaixo. Note-se que a visualização do site, criada pelo autor, é toda voltada para o "Projeto salvífico de Deus em Jesus Cristo", textualmente alí explicado e que celebramos no Mistério Pascal. Seu ícone é visualizado em todas as páginas do site, o que pode motivar a contemplação do mistério divino em todos os textos, como pensado pelo autor. Também a foto do santuário, explicada abaixo, acompanha as  páginas, porém em nível inferior. 

 

Notas sobre o autor

 

a) - João de Araújo é leigo, pai de família. Reside em Belo Horizonte, onde muito atuou na pastoral litúrgica e na formação, em muitos níveis da vida da Igreja. Hoje, já aposentado, e com saúde um pouco frágil, sua atuação está como que limitada à Internet, através deste site, procurando servir à Igreja nesse campo novo de evangelização. Autodidata, sempre foi estudioso da liturgia e dos assuntos eclesiais, morais e teológicos. Tem livros de espiritualidade e de formação publicados, como também é letrista de várias missas e de inúmeros cantos litúrgicos e religiosos.

 

b) - Seus livros, simples, mas de expressa fidelidade à Igreja, são: "Por Uma Consciência Litúrgica", "Nos Horizontes da Paz", "Falando de Coisas do Reino" e via-sacra "Caminhada de Todos Nós", todos atualmente esgotados. Em "Saiba mais", no menu "Piedade popular", com a exposição temática de "Exercícios piedosos da vida cristã",  encontra-se a via-sacra acima referida, como também a Via-Sacra da Família, esta não editada. Quanto ao livrinho "Nos Horizontes da Paz", ele se encontra textualmente no menu "Espiritualidade", este também com a exposição de "Textos orantes", com nova formatação e com adição de outros pequenos textos.

 

c) - Como se falou acima, o autor do site participa, como letrista, de várias missas, como também de cantos litúrgicos, religiosos e de vários hinos de santos e santas. É de sua autoria, por exemplo, a letra do Hino a Nossa Senhora da Piedade, padroeira do Estado de Minas Gerais, como também do Hino ao Sagrado Coração de Jesus, este escrito para o Congresso Mineiro do Apostolado da Oração, realizado em Belo Horizonte, em 1990. Escreveu também o Hino a São Camilo de Lellis, do CD "Mais Coração nas Mãos", da Província Camiliana Brasileira, reunindo CD com músicas e DVD com videoclipes (documentário musical). Participou, com alegria, da Comissão de Liturgia do COMLA 5 (V Congresso Missionário Latino Americano) realizado em Belo Horizonte, em 1995, quando teve experiência sobretudo da inculturação da litugia, dadas as culturas diferentes participantes do Congresso.  

 

d) - Nas indicações do novo site, não tem o autor a intenção de chamar a atenção para si, na busca tola de méritos pessoais, mas apenas deseja que um número maior de pessoas possa dele tirar proveito em sentido espiritual, crescendo sempre mais na fé e firmando-se na busca cotidiana dos valores definitivos e eternos, mergulhados sim nos mistérios insondáveis de Deus, acesssíveis a todos, principalmente pelas nossas celebrações eucarísticas.

 

e) - A todos os visitantes do site, informa o autor que a foto que aparece nas páginas do site é a do Santuário de Nossa Senhora da Piedade, padroeira do Estado de Minas Gerais, situado bem próximo de Belo Horizonte, no município de Caeté, e a 1746 metros de altitude, em montanha de rara beleza e de grande riqueza ecológica, uma "magnifíca arquitetura divina", como agora é costume referir-se à serra. Neste ano de 2017 estão sendo comemorados 250 anos de peregrinação dos fiéis ao santuário. Dois acontecimentos importantíssimos para a Serra da Piedade: o Papa Francisco elevou as suas duas igrejas ao título eclesial de “Basílicas”. A igrejinha, que se vê no alto da serra, passou a chamar-se Basílica Ermida da Padroeira de Minas Gerais – Nossa Senhora da Piedade, agora a menor basílica do mundo, pois na verdade é uma capela, e a Igreja das Romarias, mais moderna, que se vê abaixo, à esquerda, passou a chamar-se Basílica Estadual Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais. Duas graças de Deus sim. Note-se que são duas basílicas num pequeno espaço  geográfico e fora também de centro urbano. Possam, pois, os peregrinos, humildes, devotos e pobres cantar mais ainda, agora e sempre, os louvores à santa Mãe de Deus, com o seu título sempre honroso de Nossa Senhora da Piedade! 

 

f) - Finalmente, deseja o autor que todos se encantem com as maravilhas do Deus Criador, ressoando na Terra o eterno Aleluia pascal de toda a humanidade, como também no Céu seja cada vez mais vibrante e perene o louvor dos anjos de Deus.  Como Igreja viva, missionária, misericordiosa, participativa e da paz, confiante então suplique ela: "Vem, Senhor Jesus"! (cf. Ap 22,20).

                                                                                                                                                                        

O Autor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este site é um pequeno serviço à formação litúrgica de comunidades cristãs.
Seu autor pode esclarecer pequenas dúvidas sobre a Liturgia.
Sinta-se à vontade para entrar em Contato.
João de Araújo - Apresentação